Meus Textos e Crônicas

Feminicídio: O Recurso do Covarde

Por Gil DePaula De acordo com os dados da ONU, o Brasil é o quinto país do mundo, onde mais se matam mulheres. Sem dúvida, os números são assustadores. As estatísticas mostram que oito mulheres são vítimas de feminicídio no Brasil, por dia. Em 2017 esse número chegou a 1.133 mulheres, de acordo com os dados do 12º Anuário Brasileiro ...

Leia Mais »

Segundo Ensaio Sobre a Morte

Por Gil DePaula Meu primeiro texto, “Ensaio Sobre a Morte”, publicado no Blog do Gil, já superou a casa das vinte e seis mil visualizações. Falar sobre a morte continua sendo um tabu, porém, a quantidade expressiva de pessoas que leram o texto, demonstra que o assunto desperta o interesse, mesmo que seja apenas por curiosidade. Portanto, resolvi aqui, abordar ...

Leia Mais »

Alma Profana

Por Gil DePaula Não conhecerá mais sua boca A vergonha do beijo que lhe dei De apetite sensual espesso De amor pungente Lábios que sonhei inocentes Rubros de outros beijos Com permissão profanados Agora cerrados estão os meus Cingida estarás ao nó de outro abraço Da alma gêmea igualmente conspurcada Saboreará a volúpia desleal Tal qual profanaste, serás ultrajada Daí, ...

Leia Mais »

Armas de Brinquedo: Sou a Favor

Por Gil DePaula (Texto originalmente publicado no Jornal Guará Hoje, em 2013)   Não sem razão, ontem, no programa Agora é Tarde da rede Bandeirantes, apresentado por Danilo Gentili, a Lei sancionada pelo governo do Distrito Federal que proíbe a venda e o uso de armas de brinquedo, virou piada. E não tenho dúvidas, que essa Lei é realmente digna ...

Leia Mais »

A Maldita Sina de Ser Presidente do Brasil

Por Gil DePaula A história da República Brasileira, que adotou o sistema presidencialista, inicia-se com uma traição, pois o homem que se dizia amigo e admirador do imperador Dom Pedro II, foi um dos artífices e tornou-se o protagonista do golpe que derrubou o imperador; seu nome: Deodoro da Fonseca. Na manhã de 15 de novembro de 1889, o Marechal ...

Leia Mais »

Terras dos Homens Perdidos

Por Gil DePaula Aos leitores do blog, apresento o meu livro: Terras dos Homens Perdidos 1960, uma cidade nasce do nada para se tornar a nova capital do Brasil e com ela inicia-se uma das maiores sagas vividas pelo povo brasileiro. Uma epopeia de aventuras, dramas, paixões, desilusões, riquezas, traições, crimes e progresso. Um relato da história por quem a ...

Leia Mais »

Sobre Parasitas, Hospedeiros e o Supremo Tribunal Federal

Por Gil DePaula Podemos definir parasitas como organismos que vivem em associação com outros dos quais retiram os meios para a sua sobrevivência, normalmente prejudicando o organismo hospedeiro, em um processo conhecido por parasitismo. O efeito de um parasita no hospedeiro pode ser mínimo, sem lhe afetar as funções vitais (como é o caso dos piolhos), mas pode causar uma ...

Leia Mais »

STF: A Suprema Vergonha de Cada Dia

Por Gil DePaula No meu imaginário, que se mostrou utópico, a suprema corte brasileira deveria se um reduto de homens de notável sapiência, reputação ilibada e alto senso de justiça, pois sobre ela pesa as decisões da justiça proferidas em última instância que não deve ter mais nenhuma possibilidade de recurso ou apelação. Entretanto, ao longo dos anos que nós ...

Leia Mais »

Ensaio Sobre o Racismo e a Construção do Mito do Ser Inferior

Por Gil DePaula Desde os primórdios da construção da sociedade, as pessoas foram divididas em grupos, dispostos em uma hierarquia. Os níveis superiores sempre desfrutaram de privilégios e poder, enquanto os inferiores sofriam discriminação e/ou opressão. O Código de Hamurabi, talvez o conjunto de Leis mais antigo, estabelecia uma ordem hierarquia formada por homens superiores, homens comuns e escravos. As ...

Leia Mais »

A Caixa de Pandora

Por Gil DePaula Texto originalmente publicado em dezembro de 2010 Conta-nos a mitologia grega que Zeus, rei dos deuses, sentindo-se enganado por Prometeu (um dos Titãs e criador da humanidade) resolveu tirar o fogo dos homens que era responsável pela inteligência para construir moradas, defesas e a criação das leis para a vida comum. Prometeu, então revoltado, entrou no Olimpo, ...

Leia Mais »
Paste your AdWords Remarketing code here