Humor- Piadas Mórbidas

cartoon Humor- Piadas Mórbidas

A BICHINHA
Uma bichinha desesperada, desiludida de tudo, subiu ao 20º andar de um edifício no centro de São Paulo.
Encontrou uma sala vazia e entrou, trancou a porta, subiu para a janela tomando coragem para saltar e acabar com a vida.
Juntou-se uma multidão lá em baixo.
Todos a olhar para cima esperando a qualquer momento que o infeliz saltasse e se esborrachasse no asfalto. Mulheres choravam nervosas, outras rezavam, outras gritavam palavras animadoras. E a “bichinha” suicida lá, indiferente ao que se passava em baixo, preparando-se para saltar.
Entretanto, aparecem os bombeiros, todas as emissoras de TV, rádios e a Polícia Militar, o pessoal dos Direitos Humanos. O trânsito parou, engarrafamento total. Os bombeiros subiram até o andar e tentaram arrombar a porta, mas era blindada e não conseguiram.
Eis que um bombeiro conseguiu entrar pelo apartamento ao lado, debruçou-se no parapeito e tentou conversar com a bicha suicida para que não cometesse aquele ato:
– Pensa nos teu pais, como vão eles sofrer! – implorou o policial.
– Eu sou órfão!
– Então pensa na tua mulher, nos teus filhos, que vão ficar desamparados!
– Eu sou gay!
– E no namorado?!
– Ele terminou comigo. É por isso que quero me matar!
Aí o policial ficou atrapalhado sem saber mais o que dizer. Mas teve uma idéia:
– Então pensa no SÃO PAULO, meu amigo! Pensa nas grandes conquistas, Tri Campeão do Mundo, da Libertadores, Bi-Brasileiro, Campeão da Copa do Brasil, pensa no Morumbi lotado, Bicha de Deus!!
– Mas eu sou CORINTHIANA!
– CORINTHIANA? Então pula, vagabunda filha da puta, pula.. Antes que eu te empurre!!!!

OS COMPADRES
Estava Lula nadando no lago Paranoá e começa a se afogar. Grita por socorro e, milagrosamente, é salvo por três compadres que estavam pescando. Agradecido, Lula disse que eles poderiam lhe pedir qualquer coisa.
Um deles, um gaúcho, falou:
– Bah… Meu filho trabalhava na fábrica de sapatos e perdeu o emprego. Quero um trabalho para ele, tchê.
– Está mais do que feito! – disse o presidente.
Outro, do Piauí, reclamou que era analfabeto e queria aprender a ler.
– A sua vaga na escola já está garantida! – respondeu Lula.
O terceiro era o Zé Botina, um mineirinho:
– Ieu quero um interro di estadista, com sarva de tiro, frô, banda de música e tudo, tudo mais!!!…
Estupefato, Lula perguntou:
– Você é tão novo Zé!!!… Por que essa preocupação com a morte?!
E o caipira:
– Uai, qui qui é qui o sinhô acha que vai cuntecê cumigo quando ieu chega lá im Minas e saí nus jorná que sarvei o Lulla de morrê afogado???…

A FREIRA
Uma freira na hora da morte, pediu para escreverem no seu túmulo:
“Nasci virgem
Vivi virgem
Morri virgem”
O coveiro achou que eram muitas palavras resumiu e escreveu:
“Devolvida sem uso”

O LADRÃO
Um ladrão com uma arma entra em um banco e exige o dinheiro ao Caixa. Uma vez com o dinheiro na mão ele se volta para um cliente e pergunta:
– Você me viu roubar este banco?
– Sim, eu vi.
O ladrão atira nele, matando-o instantaneamente. Depois se volta para um casal parado a seu lado e pergunta:
– Vocês me viram roubar este banco?
– Não, mas meu marido viu. – responde a mulher.

A NOTÍCIA
No consultório, fim de tarde, o médico dá a péssima notícia:
– A senhora tem seis horas de vida.
Desesperada, a mulher corre para casa e conta tudo para o marido.
Os dois resolvem gastar o tempo que resta da vida dela fazendo sexo.
Fazem uma vez, ela pede para repetirem.
Fazem de novo, ela pede mais.
Depois da terceira vez,ela quer de novo.
E o marido:
– Ah, Lúcia, chega! Eu tenho que acordar cedo amanhã. Você não!

OS INGLESES
Dois ingleses, bem velhinhos, chamados Richard e Charles, jogando baralho. Richard ganhava todas. Charles, para aborrecê-lo, facilita suas vitórias, e disse para ele:
– Richard, você está bem velhinho, logo você vai morrer, vai ser enterrado e, em sua cova vai nascer capim. Lá um belo dia uma vaca vai passar por ali e comer aquele capim (você) e, logo após, ela vai cagar. Eu, ao ver aquilo, vou dizer: Ehh Richard! você está tão mudado!!
Richard olha para o rosto dele e diz:
– Você Charles, também está tão velhinho, vai morrer logo, vai ser enterrado, em sua cova vai nascer capim e aquela mesma vaca vai comê-lo. Quando eu passar por ali, irei dizer: Você não mudou nada Charles!!

O LEPROSO
Manoel foi preso numa cela em frente à de um leproso. Dia após dia, ele observava o leproso cuidando de suas feridas.
Até que certa vez, caiu um dedo do leproso. Este o pegou e o atirou pela janela.
Uma semana depois, caiu outro dedo e o leproso atirou-o pela janela.
Algum tempo depois, caiu uma orelha, o leproso atirou-a pela janela.
Uma semana depois, caiu o pé, o leproso atirou-o pela janela.
Aí, o Manoel não agüentou mais e pediu uma audiência com o Diretor.
– Olha, senhor diretor, eu não quero ser chamado de dedo duro, mas o gajo que está na cela em frente a minha está fugindo aos pouquinhos….

O CORINTHIANO
Havia numa cidadezinha um sujeito que era Palmeirense de verdade.
Diziam que, no mundo inteiro, não havia ninguém mais palmeirense do que ele.
O homem envelheceu e ficou muito doente. Tava nas últimas.
Somente mais alguns dias de vida.
Mandou chamar o filho mais velho e falou:
– Filho, vá até o Parque São Jorge para mim. Tire uma carteirinha de sócio do Corinthians para o seu velho pai e compre uma camisa do Timão.
O rapaz não entendeu nada, mas foi. Voltou para casa com a carteirinha e a camisa.
Quando o velho viu, deu aquele sorriso! Tirou a camisa do Palmeiras, vestiu imediatamente a do Corinthians e agarrou a carteirinha junto ao peito.
O filho, achando que o pai estava delirando, não resistiu:
– Mas pai… O senhor toda a vida foi Palmeirense….. Não conheci outro Palmeirense como o senhor. Por que agora, no fim da vida, mudou de time?
E o pai:
– É que eu quero que morra mais um CORINTHIANO!

O MORTO
Duas senhoras que trabalhavam preparando cadáveres, antes do enterro, receberam um corpo para ser preparado.
Uma delas, arregala os olhos e diz:
– Você já viu um destes? – referindo-se ao tamanho do pênis do falecido.
A outra responde:
– Meu marido tem um igualzinho!
Ao que a outra ainda espantada contra-argumenta:
– Assim grande?
– Não, assim morto!!

O CHAGAS
Um funcionário de uma agência funerária está trabalhando de noite, para examinar corpos antes de eles serem sepultados ou cremados.
Examina um corpo, identificado como José Chagas, que está para ser cremado, e descobre que o defunto tem o maior pinto que ele já viu na vida.
– Desculpe, Sr. Chagas – pensa o funcionário – mas não posso mandá-lo para o crematório com essa coisa enorme. Ela tem que ser conservada para a posteridade.
Com um bisturi, remove o pênis do morto, guarda-o num frasco e vai para casa.
A primeira pessoa a quem ele mostra a monstruosidade é à sua mulher.
– Tenho algo inacreditável para te mostrar, querida. Nem vais acreditar!
Depois, abre o frasco e, ao ver o conteúdo, a mulher grita, estarrecida:
– Oh meu Deus, o Chagas morreu???!!!…

O MINEIRO
Um MINEIRO vai ao médico depois de ter estado doente um tempão.
O médico, depois de um exame detalhado, olha nos olhos dele e diz:
– Tenho más notícias… Você está com câncer incurável. Eu lhe dou de duas a quatro semanas de vida.
O MINEIRO, chocado e triste, mas de índole forte, recupera-se rapidamente e sai do consultório.
Na sala de espera, ele encontra seu filho, que o estava aguardando.
Estou com câncer e tenho pouco tempo de vida.
Vamos ao bar tomar umas cervejas, para aliviar.
Depois de alguns copos eles estão um pouco mais alegres.
Vêm as risadas, as gargalhadas, e mais cerveja.
Uns amigos chegam e perguntam o motivo daquela alegria toda.
O MINEIRO repete a história da comemoração, dizendo que está com Aids.
Os amigos ficam consternados e acabam tomando cerveja também.
No momento em que está perto do pai doente, o filho diz ao seu ouvido:
– Pai! Você disse pra mim que estava com câncer, mas pra eles você disse que está com Aids.
O MINEIRO olha discretamente em volta antes de responder baixinho:
– Eu estou com câncer mesmo, filho… Eu só não quero é esse pessoal filho da puta transando com a tua mãe depois que eu morrer…

A ESPOSA
Um homem foi levado perante ao juiz e acusado de necrofilia, por ter feito sexo com um cadáver feminino.
Disse-lhe o juiz:
– Em 20 anos de magistratura, nunca ouvi uma coisa tão imoral. Dê-me uma única razão para eu não pô-lo na cadeia e jogar fora a chave!
– Vou lhe dar não uma, mas TRÊS boas razões:
1º) Não é da sua conta.
2º) Ela era minha esposa.
3º) NÃO SABIA que ela estava morta. Ela SEMPRE agia assim!!!

aff5ca266caa17ac7b2b4940e18f6b7b Humor- Piadas Mórbidas

Livros de Gil DePaula

THPCB2 Humor- Piadas Mórbidas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios *

*

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Paste your AdWords Remarketing code here
%d blogueiros gostam disto: