O Que é o Fascismo

mussolini O Que é  o Fascismo

O fascismo nasceu como uma ideologia de poucos, e cresceu ao longo da Segunda Guerra Mundial, seguindo até os dias de hoje, ainda que possivelmente diferente do que era em 1919.

Fascismo é um regime autoritário criado na Itália, que deriva da palavra italiana fascio, que remetia para uma “aliança” ou “federação”. Trata-se de um movimento político antiliberal, que atua contra as liberdades individuais.

Como Surgiu o Fascismo

Como Surgiu o Fascismo


Originalmente o fascismo foi um movimento político fundado por B. Mussolini, em 23 de Março de 1919. No seu início, era composto por unidades de combate (fasci di combattimento).

Em 1921, o fascismo foi apresentado como partido político. Desde então, a palavra “fascista” é usada para mencionar uma doutrina política com tendências autoritárias, anticomunistas e antiparlamentares, que defende a exclusiva autossuficiência do Estado e suas razões.

O fascismo é diferenciado das ditaduras militares porque o seu poder está fundamentado em organizações de massas e tem uma autoridade única.

Os seus membros são na sua grande maioria provenientes da classe operária e da pequena burguesia rural e urbana, ou seja, dos ameaçados pelos fortes intervenientes do grande capital e do sindicalismo comunista.

Quando o fascismo se estabelece no poder, aceita a presença do grande capital e se impõe de forma disciplinadora, impedindo que as organizações operárias defendam a luta de classes (sindicatos, partidos políticos).

Qual é o Objetivo do Fascismo

Qual é o Objetivo do Fascismo


O fascismo é caracterizado por uma reação contra o movimento democrático que surgiu graças à Revolução Francesa, assim como pela furiosa oposição às concepções liberais e socialistas.

O termo fascismo passou a ser usado para englobar os regimes diretamente ligados ao eixo Roma-Berlim e seus aliados e os sistemas de autoridade, que atribuíam ao Estado funções acima daquelas que as democracias lhe entregavam. É o caso das referências ao “fascismo” espanhol, brasileiro, turco, português, entre outros.

Em 1945, com a queda dos principais estados fascistas e com a divulgação das atrocidades cometidas, o movimento fascista perdeu possibilidades de grandes mobilizações. Apesar disso, alguns grupos minoritários se mantiveram nos antigos estados fascistas (neofascismo).

Fascismo e Nazismo

Fascismo e Nazismo

Mussolini-Hitler O Que é  o Fascismo
Apesar de muitas vezes serem vistos como sinônimos, o fascismo e nazismo têm diferenças.

O nazismo é frequentemente contemplado como uma forma de fascismo, mas o movimento nazista identificou uma raça superior (raça ariana), e tentou eliminar outras raças, para criar prosperidade para o Estado.

A semelhança entre estes dois regimes é que obtiveram grande popularidade entre os elementos da classe operária, porque criavam medidas de apoio para eles.

Fascismo e o Sistema Capitalista

Fascismo e o Sistema Capitalista


Ele não é apenas a última alternativa ao qual o sistema capitalista corre quando está ameaçado, mas, observando a partir da história, isso aconteceu diversas vezes. Segundo o filósofo italiano Antonio Gramsci, o fascismo operou como uma tentativa de superação de uma crise, que ele considera como cíclica do capitalismo. Para ele, o regime funcionou “como uma nova forma de reorganização do sistema capitalista sob a lógica de um Estado de Exceção”.

“O fascismo é a fase preparatória da restauração do Estado, ou seja, de um recrudescimento da reação capitalista, de um endurecimento da luta capitalista contra as exigências mais vitais da classe proletária”, analisou Gramsci em 1920. Ou seja, tem como intuito manter a ordem.

Fascismo e o Antissemitismo

Fascismo e o Antissemitismo


Nem sempre o antissemitismo está intrínseco ao fascismo: a Itália somente passou a perseguir judeus após a associação com a Alemanha Nazista na Segunda Guerra, mas, ainda assim, escolhe um grupo — ou vários — para perseguir. O mais importante é que o pensamento defende a nação única, rejeitando o multiculturalismo e estabelecendo um ideal nacional a ser seguido.

O Fascismo na Itália

O Fascismo na Itália


O fascismo comandou a Itália por 23 anos. Oficialmente, Partido Nacional Fascista (PNF) foi extinto em 1947, mas isso não fez com que a ideologia chegasse ao fim. É importante lembrar que o fascismo, mais do que um regime ou uma liderança política, pode se mostrar ainda nos dias de hoje a partir de ações que relembrem o que aconteceu no século 20. Ele não é apenas o que Mussolini fez no entre guerras, e pode se articular atualmente em diversos países.

 

Livros de Gil  DePaula – www.amazon.com.br ou www.clubedeautores.com.br > Digite Gil DePaula

Livros-de-Gil-DePaula O Que é  o Fascismo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios *

*

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Paste your AdWords Remarketing code here
%d blogueiros gostam disto: