Últimas do blog

OSCAR: “BIRDMAN” O GRANDE VENCEDOR

birdman

O filme Birdman ganhou o Oscar de melhor filme na cerimônia da Academia de cinema realizada no domingo em Los Angeles, e também levou as estatuetas de diretor, fotografia e roteiro original para o mexicano Alejandro Iñárritu.

Julianne Moore foi considerada a melhor atriz por seu papel no filme Para Sempre Alice. Ela usou seu discurso para levantar a questão do Alzheime. No longa ela interpreta uma mulher de 50 anos que sofre da doença. “Estou muito feliz e emocionada porque conseguimos chamar atenção para a doença de Alzheimer”, disse a atriz.

O ator Redmayne foi premiado pela sua atuação como o físico Stephen Hawking (A Teoria de Tudo), portador de esclerose lateral amiotrófica (ELA). Ao receber o prêmio, o ator agradeceu à família do físico, incluindo Jane Hawking, autora do livro que serviu de base para o filme, e disse que a premiação é “de todas as pessoas no mundo que lutam contra a ELA”.

Oscar2

Outro vencedor da noite foi O Grande Hotel Budapeste, que conquistou quatro estatuetas.

Boyhood conquistou apenas uma das seis nomeações: melhor atriz coadjuvante, para Patricia Arquette.

Veja abaixo a lista dos vencedores do Oscar 2015:
Filme Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Diretor Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância), Alejandro Iñárritu
Ator: Eddie Redmayne, A Teoria de Tudo
Atriz: Julianne Moore, Para Sempre Alice
Ator coadjuvante: J.K. Simmons, Whiplash
Atriz coadjuvante: Patricia Arquette, Boyhood
Roteiro adaptado: O Jogo da Imitação
Roteiro original: Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Animação: Operação Big Hero
Curta de animação: Feast
Fotografia: Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Figurino: O Grande Hotel Budapeste
Documentário: Citizenfour
Curta documentário: Crisis Hotline – Veterans Press 1
Montagem: Whiplash
Filme estrangeiro: Ida (Polônia)
Curta-metragem em live action: The Phone Call
Maquiagem e cabelo: O Grande Hotel Budapeste
Trilha sonora: O Grande Hotel Budapeste
Direção de arte: O Grande Hotel Budapeste
Melhor canção: Glory, em Selma
Edição de som: Sniper Americano
Mixagem de som: Whiplash
Efeitos especiais Interstelar

 

 

 

 

 

2 Comentários

  1. Achei o filme uma chatice!! Feito para dar um Oscar para o Michael Keaton!!! Prêmio de consolação!! Ela nunca fez um filme que destacasse sua atuação. Achei muito forçada a interpretação.
    Queria meu dinheiro de volta, mas não me darão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios *

*

*

Paste your AdWords Remarketing code here
%d blogueiros gostam disto: