Últimas do blog

Políticos, Políticos: esses miseráveis mentirosos

Por Gil DePaula

polit

Conta-nos a fábula de Esopo, que um Jovem Pastor de ovelhas encarregado de tomar conta de um rebanho perto de um vilarejo, por três ou quatro vezes, fez com que os moradores e os donos dos animais viessem correndo apavorados ao local do pasto, sempre motivados pelos seus desesperados gritos: “Lobo! Lobo!”. Porém, quando eles se aproximavam do local do pastoreio, imaginando que o jovem estava em apuros com o Lobo, lá estava ele sempre a zombar do pavor que todos estavam sentindo.

O Lobo, entretanto, por fim, de fato se aproximou do rebanho. Então, o jovem pastor, agora realmente apavorado, tomado pelo terror e aflição, gritava desesperado: “Por Favor, venham me ajudar; o Lobo está matando todo o rebanho!”. Mas, desta vez seus gritos foram em vão, e ninguém mais deu ouvidos aos seus apelos.

1ª Moral da História: Ninguém acredita em um mentiroso, mesmo quando ele se dispõe a falar a verdade…
2ª Moral da História: Homem sem palavra… homem sem honra…

Esta é a fabula que modernizada se aplica a política brasileira.

A desfaçatez dos nossos políticos é tamanha, que as vezes ficamos entre a dúvida, se eles são psicopatas ou idiotas. Entretanto, o mais correto é que eles nos enxerguem como verdadeiros patetas, pois se assim não fosse, não seriam tão desonestos e não esfregariam em nossas faces tantas mentiras vergonhosas.

O espetáculo que temos visto no Brasil é macabro. Raro é o dia que não se pega um político que se aproximou do rebanho e surrupiou uma ovelha travestida em cédulas de dinheiro e, quando descoberto, a zombar, descaradamente, escancara suas mentiras: “Não sei de nada! ”. “Esse dinheiro não é meu! ”. “ A culpa é do lobo! ”

Lula, mentiroso contumaz e confesso, é um mestre nessa arte. Além das mentiras deslavadas que sempre contou e conta, nunca sabe de nada e nada viu. Agora, até posa de paladino da moralidade. Recentemente, em uma palestra soltou a pérola: “O PT tem como ensinar como se combater a corrupção no Brasil” . Provavelmente, trocou o verbo, pois deveria ser a palavra roubar que deveria ter sido conjugada. E para piorar, demonstrando toda sua pequenez de caráter é capaz de imputar à mulher morta, parte de sua vilania.

Outro cara-de-pau é o tal do Aécio Neves (Tancredo deve estar se remoendo no caixão). Pego de calças curtas (ou seria sem calças?) em uma gravação, pedindo propina, algo que com certeza é habitual em sua vida, vem a público por meio de um vídeo, com seu grande nariz “pinoquíano” contar-nos uma fábula sem uma boa lição de moral, onde apenas, mais uma vez, prevalece a mentira (Lobo, Lobo!), sem dúvidas, a acreditar que está se dirigindo a um bando de parvos.

Você que defende pessoas como Temer, Lula, Aécio, Dilma, Bossonaro, etc., não se engane: são todos lobos do mesmo bando. Estão políticos pelos mesmos motivos: dinheiro e status. O compromisso deles primeiramente é com eles, depois com os deles, e se sobrar algumas migalhas eles atiraram ao rebanho.

Para completar, nossa justiça se mostra uma grande farsa; réus confessos saem livres depois de seus depoimentos. Corruptores logo são colocados em liberdade. Juízes tomam decisões questionáveis e suspeitas.

Há muito, a vida do brasileiro ultrapassou a fronteira das fábulas e se tornou um pesadelo.

2 Comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios *

*

*

Paste your AdWords Remarketing code here
%d blogueiros gostam disto: